Tutú de feijão

Foto1789

Tem coisa melhor do que um arroz e um feijão fresquinho? Humm! Mas nem todo dia é assim né. aqui em casa somos em 2, e sempre chega o dia em que o feijão que esta na panela é muito para 1 e pouco para 2. Então aí vem a escapatória brilhante de fazer essa receita de Tutu bem saborosa! E super fácil, veja só:

Ingredientes:

Feijão cozido (claro que pode ser aquele de ontem!) a quantidade que você desejar.

Linguiça calabresa

cebola e alho

1 sachê de tempero de carne em pó

salsinha e coentro

Farinha de milho em flocos

 

Modo de preparo:

Em uma panela, frite a linguiça calabresa, depois acrescente o alho e a cebola e refogue, despeje então o feijão cozido e acrescente um pouco de água. Deixe-o pegar fervura e engrossar um pouco o caldo, depois acrescente os outros temperos. Por ultimo, coloque a farinha de mandioca, até chegar no ponto que te agrada! Eu vou colocando aos poucos e gosto do Tutu mais cremoso, mas se você quiser deixá-lo em uma consistência de farofa, é só colocar mais farinha e mexer bem!

Foto1785 Foto1788

Agora é só servir! Beijos galera.

Cebolas em conserva

Quem gosta de cebola, não resiste a uma cebola em conserva!

Me lembro que na casa da minha avó paterna (aquela da receita do Pão caseiro) em cima do armário da cozinha tinham várias compotas de cebola, picles, pimentas e etc… Aquilo sempre me deu água na boca! Não me lembro de algum dia tê-las provado, mas tenho em minha mente essa lembrança! Agora que sou chef da cozinha aqui de casa (rsrs) aproveito pra trazer a tona todas as receitas que admirava quando criança, e essa é uma delas.

Pra você que também curte cebolas, com certeza vai amar. São ótimas para acompanhar um churrasco, servir com saladas, carnes, assados, e até pra servir de ”belisquete” na hora que bate aquela fominha 😛

Ingredientes:

500g de cebolas pequenas

750ml de vinagre de álcool branco

1 colher de sopa de sal

pimenta do reino (ou qualquer outra pimenta que você apreciar) e orégano a gosto.

1 xícara de água.

Foto1585 Foto1586 Foto1590 Foto1593

Modo de preparo:

Descasque todas as cebolas, se preferir corte-as ao meio (eu deixei umas inteiras e algumas cortadas, facilita na hora de comer). Depois de descascadas, leve-as para uma panela com aproximadamente 1l de água, deixe fervendo por uns 10 minutos. Depois retire as cebolas e coloque-as em água fria (pra causar um choque térmico que rompe o cozimento). Escorre-as. Coloque-as em um pote (de vidro ou de plástico) onde elas ficarão em conserva. Neste pote, coloque as cebolas, depois o vinagre, o sal, a xícara de água, pimentas e orégano. Misture bem, e leve á geladeira! Está pronto! Mantenha-a sempre na geladeira.

Como se trata de uma conserva, quanto mais tempo em conserva melhor o sabor. Mas caso você queira prepará-la pra um almoço especial, é importante deixá-la pelo menos de um dia pro outro.

Boa degustação.

Foto1594 Foto1595

Sopa de legumes

Quem é que quando o clima esfria não pensa em tomar uma sopinha bem quentinha e saborosa?

Ah, eu sou uma! Depois de dias e dias de calor aqui em São Paulo o clima pareceu querer mudar, e logo que caiu a noite e senti um friozinho me deu uma vontade de comer um sopa. Como eu não tinha peito de frango e não sou muito fã de sopa de carne vermelha, resolvi fazer com legumes, que também é uma opção saudável e muito saborosa!  Além do mais meus colegas, essa sopa fica pronta em 30min ou menos 🙂 e é muito fácil de se preparar. Veja:

Ingredientes:

3 Batatas médias em cubos pequenos

1 cenoura em cubos pequenos

1/2 abóbora japonesa em cubos

1/4 repolho cortado em fatias

1 alho

óleo

2 tabletes de caldo de galinha

pimenta do reino, colorau e sal á gosto.

1 litro (mais ou menos) de água quente

Macarrão para sopa ( Usei aquele tipo argolinha ” Padre Nosso”, mas fica á seu criitério)

Modo de preparo:

Ferva a água e reserve.

Em uma panela de de pressão aqueça o óleo (mais ou menos 2 colheres de sopa, bem pouquinho tá!) e frite o alho (que deve estar bem picadinho). Depois acrescente os legumes ( que devem cortados e bem lavados), em seguida o caldo de galinha, pimenta do reino e o colorau ( se você não gosta de muito apimentada, cuidado com a pimenta. O coloral só para dar uma cor, mas é opcional, ele não altera o sabor!). Reserve o sal, usaremos ele no final.

Agora acrescente a água quente, o suficiente para cubrir e ficar uns 2 dedos acima dos legumes (pois depois da pressão a água pode evaporar um pouco). Feche a panela de pressão. Depois que pegar pressão ( é quando a panela começa a fazer ” Chiiiii ” rs) então á partir daí marque 20min.

Após os 20 minutos de cozimento, apague o fogo e retire a pressão da panela (levando ela para baixo da torneira e deixando a água cair até que o barulho ” Chiiii” pare. rs).

É hora de acrescentar o macarrão, eu uso como critério de medida a concha. Acrescentei 1 e 1/2 concha de macarrão, porque eu não gosto de MUITO macarrão na sopa rs. Mas se você quizer, coloque mais. Mas tome cuidado, o macarrão incha após cozido.

Depois disso, volte a panela ao fogo mas sem tampar, e experimente para ver se está bom de sal (porque o caldo de galinha já contém sal),  se não estiver essa é a hora de acrescentá-lo á sopa, mas não exagere!

Marque 5 minutos! Isso mesmo. Você pode pensar que é pouco tempo, mas não é! Vou explicar: Algumas vezes eu fazia sopa e percebia que o macarrão ficava muito molengo, isso acontece por causa do exagero no tempo de cozimento. Temos que ter em mente que mesmo depois de o fogo estar apagado, a sopa continua quente e isso fará com que o macarrão continue no processo de cozimento, PORTANTO, 5 minutos é o necessário para o macarrão cozinhar, e mesmo quando você desligar o fogo e demorar uns 3 ou 5 minutos até arrumar a mesa, pegar o prato e tals, ele já terá cozido mais um pouco e estará no ponto ideal para comer. Entendeu? rs.

Então, após 5min de cozimento, desligue o forno. Pegue seu prato e se delicie 🙂 Ah, fica ótimo com um pãozinho!

Beijos gente!

Escondidinho de Carne seca com abóbora !

Este é mais um escondidinho super fácil de fazer e bem saboros! Já postei aqui Escondidinho feito com pure de batata, com pure de mandioca e agora este que é com abóbora ( eu fiz com abóbora japonesa, aquela da casca verde e bem grossa). Ok! Vamos á receita…

Ingredientes:

Metade da abóbora japonesa ( sem casca e cortada em cubos)

500g de carne seca ( ou o quanto quizer)

alho

cebola

pimenta do reino

sal á gosto

óleo/azeite

coentro/salsa

Queijo mussarela fatiado

 

Modo de preparo:

Primeiro refogue a abóbora, picando o alho (o quanto baste) a 1/2 cebola, deixe fritar. Junte então a abóbora cortada em cubos, uma pitada de sal ( não muito, para não salgar muito a abóbora, afinal a graça dela é o gosto adocicado) e o coentro. Então acrescente mais ou menos 3 dedos de água. Tampe a panela e deixe refogando até estar bem macia, se necessário acrescente mais água. Reserve.

Antes de tudo, você vai ter que dessalgar a carne seca e depois desfiá-la. Depois de desfiada, frite ela no alho e óleo por alguns minutinhos.

Montagem:

Em um travessa coloque a carne seca desfiada e frita, depois cubra com fatias de mussarela ( o quanto quizer) e termine com a abóbora refogada ( se preferir amasse a abóbora na panela antes de colocá-la,  para ficar com uma consistencia de pure). Se quizer por ultimo acrescente queijo ralado. Leve ao forno por uns 10 minutos até que o quejo derreta!

 

Olha, pra mim só um arroz e um saladinha já esta ótimo para acompanhar essa belezura… =P

Batata de festa !!!

Quem é que ao ir á um casamento ou festa de aniversário encontrou essa delícia de batata servida como petisco? Eu já, e muitas vezes!!! rs

Hoje em dias as festas estão cada vez mais sofisticadas, isso é bom. Mas também o brilho das comemorações estão se acabando, as vezes acontece de irmos á uma festa tão ” chique” mas que não nos faz sentir-se á vontade. É por isso que eu gosto daquelas comemorações bem ”família” bem aconchegante, como quando eramos crianças e nos arrumavamos, ficavamos cheirosinhos para brincar e se sujar! kkk Comer coxinha, quibe, e se melar de bolo!!! rs Claro que agente cresce, amadurece mas a essencia nunca pode se perder!

E se você esta pensando em reunir uns amigos e família pra relembrar os velhos tempos, ou apenas preparar algo para petiscar assistindo á um bom filme, essa Batata de festa é uma ótima dica!

Ingredientes:

Batatas bolinha (a quantidade que você desejar)

Cebola

salsinha

pimenta do reino e sal á gosto

Vinagre

 

Modo de preparo:

Cozinhe as batatas com casca e tudo, até que esteja bem macias. Depois de cozidas coloque-as em uma tigela, tempere com sal, pimenta do reino, salsinha, pique a cebola em cubinhos e acrescente uma boa quantidade de vinagre.

Deixe esfriar na geladeira. Se tiver paciencia, deixe ela de uma dia para o outro na geladeira, assime ela ficará bem geladinha e terá pego mais o tempero!

Aproveite 🙂

 

Salada de abóbrinha

O grande desafio de um cozinheiro (pra mim) é cozinhar com o que tem! Nem sempre a nossa geladeira/despensa tem os ingredientes que precisamos para fazer uma receita nova. Então é hora de improvisar! Eu sou apaixonada por salada, e faço questão de tê-la na mesa, mas nem sempre agente tem aquele tradicional ”alface e tomate”, ou folhas verdes, e etc… Dessa vez, só tinha mesmo 1 tomate e a coitadinha da abóbrinha lá no fundo. E então me arrisquei, e tcharammm! Não é que deu uma salada maravilhosa! Vejamos:

Ingredientes:

1 abóbrinha verde grande

1 tomate grande

1/2 cebola

1 alho

pimenta do reino, e sal á gosto

óleo/azeite

 

Modo de preparo:

Em um recipiente, ralei a abóbrinha (do lado médio), cortei o tomate em cubos, a cebola em cubos, e o alho bem picadinho. Temperei com sal, pimenta e óleo. E pronto! Fica muito saborosa (de verdade), e o gosto da abobrinha quaze não dá pra sentir! rs

Olha que linda… 🙂

 

Beringela á Parmegiana

Beringela é um assunto sério, como todo o tipo de legumes. Eu particularmente nunca tive problema com legumes e verdura, porque eu amo. Mas sempre tem um que faz agente fazer ” cara feia”, para mim era o jiló e a bendita da beringela. =S

Á pouco tempo atrás eu comecei a sentir vontade de comer jiló, e o que a minha mãe faz fica tão gostoso que quaze não dá para sentir  o amargo dele, (quaze!). E foi minha mãe também que me apresentou uma forma bem mais apetitosa de se fazer e comer beringela. Á parmegiana! Vamos combinar, acho que tudo á parmegiana fica BÃOO demais! 🙂 rs

Se liga:

Ingredientes:

1 Beringela Grande

1 ovo

Farinha de rosca ( o necessário )

Molho de tomate ( já temperado da sua maneira )

Mussarela ou Parmesão (em fatias ou ralado)

coentro, orégano e sal á gosto.

óleo para fritar.

 

Modo de preparo:

Lave a beringela e corte-a em rodelas, da grossura de 1 dedo. Em uma prato bata o ovo com uma pitada de sal. Passe a beringela no ovo e depois na farinha de rosca. Faça este procedimento com todas as rodelas. Depois frite-as até dourar! Coloque em um prato com papel toalha para escorrer o óleo.

Tempere o seu molho de tomate como de costume. Eu fiz assim: Fritei alho e cebola, coloquei um pacote de molho de tomate, acrescentei catchup e um sache de caldo de carne em pó, e deixe cozinhando até pegar o gosto por uns 10min.

Depois disso vamos á montagem:

Em uma assadeira (de preferencia de vidro) coloque uma camada de molho (o necessário para cobrir todo o fundo da assadeira) depois coloque as beringelas fritas sobre o molho. Coloque mais molho por cima das beringela, também o necessário para cobri-lás, não precisa encharcá-las, se não ficará muito molengas! Por ultimo cubra com queijo mussarela e coloque uma pitada de orégano(se quizer) e coentro fresco.

Levei ao microondas por 9 min até que o queijo derretesse ( meu microonda tem uma potencia baixa, se o seu tiver mais potencia, coloque menos tempo).

Ou se preferir, leve ao forno até que o queijo derreta e gratine.

Agora é só servir! 🙂